Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

PRESA SUSPEITA MATAR HOMEM NO MOTEL

Mesmo com mudança de visual, Savana é reconhecida

Quinta-Feira, 11/08/2011, 20:53:27

Joelson Souza mantinha um relacionamento há aproximadamente dois anos com Savana Nathália. O meio mais usado para se comunicarem era via internet. Entre os poucos amigos que o técnico de informática possuia no Facebook, estava Savana. A foto de uma menina, meiga e "inofensiva" foi o suficiente para que Joelson se encantasse. Em uma imagem em que aparecia bastante jovem, Savana se mostrava sorridente e simpática.

Clique na imagem acima para ver em tamanho maior.

Logo após a divulgação da identificação do homem morto e esquartejado em um quarto de motel, em Ananindeua, não demorou para que a namorada da internet fosse a principal suspeita do assassinato.

A RBATV chegou a mostrar outras imagens do circuito interno de segurança do próprio motel e do terminal rodoviário de Belém. Savana aparecia sempre com roupas curtas e justas, a maior parte do corpo estava a mostra.

Na matéria do dia 21 de julho, do Diário do Pará, uma testemunha afirmou que Savana poderia ser reconhecida por uma forte característica física, as várias estrias nas pernas e nos braços.

Mesmos com tantas evidências que identificava a suspeita de esquartejar Joelson, Savana Nathália conseguiu escapar da polícia por exatos 31 dias. Nesta quinta-feira (11), a cruel assassina foi reconhecida por um parente da vítima em uma embarcação no município de Almeirim.

MUDANÇAS

Para não ser presa, Savana Nathália não informou apenas o nome errado para polícia. A mulher acusada de assassinar Joelson Souza também mudou o visual para não ser reconhecida. Savana aparentava uma mulher mais velha, bem diferente da foto postada em seu perfil no Facebook. O cabelo da acusada também sofreu modificações. Estava tingido e cacheado.

Savana também mudou a maneira de se vestir. As roupas curtas de antes, deram lugar a uma calça jeans comprida e uma blusa que cobria mais o corpo. As mudanças não foram suficientes para que um parente de Joelson a reconhecesse na embarcação.

No momento em que a polícia abordou Savana, ela usava óculos escuros e em todo momento jogava seu cabelo no rosto para não ser identificada, mas acabou assumindo ser a pessoa que a polícia procurava. O namorado de Savana, Raimundo Nonato Ferreira dos Santos, que é acusado de participar do crime, também foi preso no município de Novo Repartimento.

O casal chegou a Belém por volta de 20h20 de hoje (11). Ambos serão conduzidos à Delegacia Geral de Polícia Civil pelo delegado João Bosco, diretor de Polícia Especializada, para prestar esclarecimentos ao delegado Luiz Xavier, que comanda as investigações sobre o caso. Um terceiro homem também foi detido em Novo Repartimento. Ele seria irmão de Raimundo Nonato e , segundo a polícia, teria envoilvimento no crime.

Após interrogatório, os três deverão seguir para o Instituto Médico Legal (IML), onde realizarão exames de corpo delito. Em seguida, o casal será encaminhado para unidades prisionais de Belém.

(Brunno Gustavo/DOL)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários