Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

domingo, 11 de novembro de 2012

Eder Mauro Morto, boato!


Eles já desmentiram suas mortes

Domingo, 11/11/2012, 14:17:59 - Atualizado em 11/11/2012, 16:05:37
Tamanho da fonte: A- A+
Eles já desmentiram suas mortes (Foto: Arquivo/Diário do Pará)
O delegado Eder Mauro foi a mais recente vítima desse tipo de boato (Foto: Arquivo/Diário do Pará)

Na tarde de ontem (10), o Twitter ficou movimentado com a notícia de que o delegado Eder Mauro havia morrido. No perfil do DOL, inúmeras pessoas queriam saber se o boato procedia. Após contato com a reportagem, o delegado se disse surpreso com a notícia e se viu obrigado a desmentir a boataria.
Ele foi a mais recente vítima desse tipo de notícia na rede social. Na sexta passada, um perfil fake pregou uma pegadinha em muitos internautas com a notícia da morte do arquiteto Oscar Niemeyer. Logo a notícia se espalhou e foi republicada em sites de notícias e alguns blogs, como o do jornalista Luis Nassif.
Quem também já teve que conviver com seu próprio fantasma foi o ex-governador Almir Gabriel. O boato de sua morte se espalhou pelas redes sociais e a família do político teve que desmentir a notícia.
Outra vítima desse tipo de boato foi Roberto Gómez Bolaños. No começo do ano circulou um e-mail que noticiava a morte do criador do seriado Chaves. Quando a morte falsa assumiu maiores proporções, o filho de Bolaños esclareceu que a notícia não passava de boato.
O cantor Reginaldo Rossi teve que vir a público para mostrar que estava vivo, em fevereiro deste ano, após um blog carioca publicar que ele havia sofrido uma parada cardíaca.
Em dezembro de 2011, o cantor Bon Jovi foi encontrado morto num quarto de hotel nos Estados Unidos. Era o que dizia um blog americano, rapidamente replicado nas redes sociais. Para acabar com a boataria, o cantor postou uma foto que estava vivo e bem.
E teve quem anunciasse a própria morte. No ano passado, o promoter Amin Khader passou um trote no amigo David Brazil que abalou a amizade. Brazil, aos prantos, deu entrevistas a sites de fofoca e a um programa de TV, na qual lamentava a morte do amigo. Depois, o "morto" apareceu para dizer que a notícia não passava de uma piada. Depois dessa, a amizade acabou.

(Antonio Santos/DOL)
Fonte: Dol online.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários