Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

domingo, 1 de abril de 2012

NOTA DE R$ 500,00 REAIS


BC vai lançar nota de 500 reais

Cédula terá a efígie de um jumento e será tingida na cor de burro quando foge


Nova cédula de 500 reais
Nova cédula de 500 reais: BC vai homenagear o animal típico das regiões agrárias brasileiras
São Paulo – O Banco Central vai lançar uma nova nota de 500 reais no segundo semestre. As cédulas, que já começaram a ser impressas pela Casa da Moeda, terão a efígie de um jumento e chegarão na cor de burro quando foge.
Para a confecção da nova nota, o BC contratou o renomado designer Joseph Geldmacher, alemão radicado no Brasil. Em entrevista a EXAME.com, ele afirmou que a ideia do banco era a de homenagear os jumentos, que vêm caindo em desuso no Brasil.
Conhecido por ser um animal de carga dócil e resistente, o jumento tem sido substituído por motocicletas em regiões agrárias de todo o país. Dados da Anfavea mostram que a frota de motos no Nordeste cresceu 486% na última década. Já o número de jumentos caiu de 7 milhões para 1,2 milhão desde 1967. Algumas cidades nordestinas estudam, inclusive, exportar 300.000 jumentos para a China, onde o animal serve para alimentar seres humanos.
Até o século 19, o animal de porte médio e orelhas longas da família dos equídeos (Equus asinus) teve um importante papel no desenvolvimento da economia porque permitiu o desbravamento das regiões brasileiras mais distantes do litoral. “Não dá para pensar no bandeirantismo nem no ciclo do ouro sem a presença das tropas de mulas e jumentos”, diz Geldmacher.
Para garantir que as novas cédulas serão estéreis como um burro, o BC está tomando uma série de cuidados. A Casa da Moeda investiu mais de 300 milhões de reais em novas máquinas que criarão notas praticamente irreplicáveis e inibirão falsificações.
As máquinas ultramodernas fizeram com que a figura do jumento e as demais inscrições da nota se tornassem mais precisas. As notas também terão tamanhos diferenciados, o que inibe a fabricação irregular por lavagem química.
FONTE: exame.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários