Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

domingo, 24 de abril de 2011

Do Blog do Tiago Sousa

Blogueiro Sofre Ameaças

O Jornalista, Radialista e também blogueiro, Diego Sousa, foi procurado por um mandatário do prefeito que disse que um dos assessores do prefeito ficou muito fulo da vida pela matéria do jornal e que ele seria "queimado" na cidade se ele não parar de mexer com quem "não deve", ou seja vão começar a caça as bruxas e defamar o quanto puderem o blogueiro.Tem mais... vão fazer uma seção na camara na quarta que vem e um dos alvos dos vereadores será a matéria do jornal e sua repercução dada a ela pelo povo, será colocada em cheque a imagem publica do blogueiro pelos que não aguentam ter "oposição", se se pode chamar opositor aquele que constata a realidade, nossa cidade não tem, não teve e pelo visto não terá oposição de verdade, o que o blogueiro fez foi um excelente trabalho jornalístico e que retrata a dura realidade da nosso cidade. Já no início de seu mandato de presidente da camara o vereador Nunes afirmou com veemência: - Nesta casa todos estão com o prefeito Marió Kató...
Ao que tudo indica os comerciantes que divulgam no jornal estão prestes a ser julgados e procurados por aqueles que não tem nenhum compromisso com a verdade e fazer propostas descabidas que nem quero cogitar aqui.

COMENTÁRIO DO BLOG
O Diego escreveu para o Jornal "O Impacto" uma matéria (postarei amanhão aqui) sobre a falta de oposição na cidade. A matéria está causando rebu. Tudo indica que ele perderá sua vaga no jornal.
Eu particularmente não vejo nada demais.
Alguns vereadores ficaram chateado s(eufemismo) com a matéria, mas não deveriam, por um lado alguns foram eleitos apoiando o Marió como o meu amigo Tony, o meu amigo Tuba, o Nunes, o Denílson, o Júnior Brasil, é claro que eles devem defender o governo que eles apoiaram. A questão fica por conta dos vereadores que foram eleitos pela oposição como o Galeno, o Boró, o Luciano, o meu amigo Totó (não lembro de que lado o PSC do meu amigo João estava, acho que era com o Gilberto).
Bom! Os vereadores de oposição em geral também passam para a situação por diversos fatores, um deles é o de atender aos seus redutos e/ou a sua forma assistencialista de fazer política.
Vejam o exemplo do ex-vereador Ceará, duas vezes vereador e não quis mais um terceiro mandato, abandonou a política, acredito que ele fez isso, porque percebeu a cíclicidade da coisa, era preciso guardar dinheiro os 4 anos para poder ter chance de ganhar de novo, principalmente em uma eleição inflacionada como a nossa. É por isso que muita gente sai falido de política, principalmente vereador. Dificilmente um não é endividado, pois atendem a demanda do povo do próprio bolso, o que é errado e obriga a uma série de descomposturas que caracterizam a nossa política, como pagar cerveja em qualquer lugar que chegue. O pior é que dificilmente se ganha uma eleição para vereador sem esse tipo de prática pelo caráter pessoal desta eleição, o candidato é um amigo, um parente o que estreita os laços entre o eleitor e o político, o meu candidato na eleição passada perdeu o voto do seu cunhado para o Zé Rosa por não ter pago uma garrafa de vinho a ele.
É essa lógica eleitoral que devemos dinamitar com candidatos que consigam vencer uma eleição pelas ideias que propaga, não pelo assistencialismo barato, como vemos em toda eleição municipal.
Ficar chateado com o que o Diego escreveu no jornal, é ter um olhar muito provinciano da política, de ser uma pessoa pública, dá ideia do nível de preparo do nosso parlamento.
O Diego está certo simplesmente, não precisa alvoroço por isso. O que o Diego constata é comum a quase todos os parlamentos de municípios do interior, é praticamente uma regra demonstrando a fraqueza de nossa república.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários