Total de visualizações de página

Pesquisar este blog

sexta-feira, 1 de abril de 2011

SOBRE O DIREITO

Direito: saber e coragem para fazer valer a lei para todos

Américo Leal, 35 anos de advocacia: "O advogado tem que ser corajoso, não baixar a cabeça para as autoridades"

As leis são o que garante a mínima ordem social. E, para garantir que estas leis sejam democráticas e justas, existem os profissionais operadores de Direito. Prioritariamente, o profissional de Direito se forma para a advocacia, incluindo a obrigatoriedade do exame da Ordem dos Advogados do Brasil.

Ainda hoje, a maioria opta mesmo por ter seu escritório particular, mas outros acabam engajando-se em questões sociais. “O advogado atua em duplo viés, sendo o legítimo representante da sociedade civil na defesa da ordem democrática, dos direitos humanos, do aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas”, diz Evaldo Pinto, vice-presidente da OAB – Seção Pará. Tudo sempre com as leis debaixo do braço.

As grandes apostas do futuro estão nas áreas do Direito Ambiental e do Tecnológico. E sempre existem as carreiras voltadas para o poder judiciário, com bons salários e garantia de estabilidade, graças aos concursos públicos para delegado, promotor público, procurador, defensor público e juiz.

FRASE
O advogado tem que ser corajoso, não baixar a cabeça para as autoridades. O advogado empresta o saber dele para aqueles que são destituídos, dando proteção da lei para as pessoas”. Américo Leal, 63 anos, advogado,
35 anos de advocacia

MERCADO DE TRABALHO
Estável. Apesar de o mercado estar competitivo, o critério de competência ainda é definitivo. Existe ainda bastante carência no interior do Estado e a possibilidade de concurso público para todas as esferas do Judiciário.

PERFIL PROFISSIONAL
Disciplina para os estudos, boa carga cultural, atenção aos interesses da sociedade, postura crítica e boa oratória.

ONDE ESTUDAR
Belém: UFPA, Cesupa, Faci, Esmac, Fabel, Estácio FAP, Fapan, Fibra, Unama.
Castanhal: Fcat. Redenção: Fesar. Santarém: Ceuls/Ulbra, FIT, Ufopa

CUSTOS DE FORMAÇÃO E REMUNERAÇÃO
Faixa salarial inicial: R$ 2 mil
Custo médio de mensalidades (particulares): R$ 700
Média de investimento total do curso: R$ 42 mil

(Diário do Pará)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários